Viena
 

Como aproveitar ao máximo Viena em 3 dias

Planejando uma viagem para Viena? Inspire-se sobre o que fazer enquanto estiver lá com nossa ideia de roteiro de três dias perfeitos. História, cultura, entretenimento, restaurantes... Faça tudo em um ritmo confortável e não perca nada!



▼ Veja as atividades

Viena é bem mais que a capital da Áustria. A nobreza desta metrópole europeia dispensa comentários. Enquanto pátria da dinastia dos Habsburgo, há algo de aristocrático nesta cidade. Você vai notar ao longo da sua estadia em Viena, já nos primeiros passos pelas ruas da Innere Stadt. A majestade e a elegência de Viena o acompanham ao aproximar-se da Biblioteca Nacional. A antiga biblioteca dos Habsburgo consta entre as mais belas do mundo e a sala de aparato é a mais bela prova disso. Esta peça de 80 metros de comprimento se distingue pelo luxo barroco e por um acervo incrível de papiros, de mapas e manuscritos com iluminuras.
Tendo o Palácio Albertina e o Palácio Pallavicini como vizinhos diretos da antiga biblioteca dos Habsburgo, sua estadia em Viena já começa em grande estilo.
É hora de mergulhar de corpo inteiro na cidade antiga, chamada Altstadt, e andar pelas ruas no entorno de uma avenida chique chamada Ringstrasse.
Depois de almoçar na discreta e charmosa pracinha Franziskanerplatz, dirija-se a um dos monumentos essenciais de Viena : a Catedral Santo Estêvão. Com suas telhas esmaltadas, sua flecha de 136 metros de altura e seu estilo gótico, a catedral onde Mozart se casou carrega o peso dos séculos com grandeza ; nove séculos o separam da sua constução. No fim do dia, aprecie a serenidade que emana das ruas requintadas, que o levam até o Café Central. Este é um endreço fundamental em sua estadia em Viena. Por trás da fachada gótica, conheça um lugar incrível. Sob estas abóbadas e colunas estiveram grandes mentes da história moderna. Como Leon Trotsky e Sigmund Freud, sente-se e peça um schnitzel, bife à milanesa à moda vienense, e curta o ambiente suave e refinado desta sala lendária, enquanto saboreia a especialidade do Café Central : o café com nata, chamado schlagobers pelos locais.

Dia 2 >

▼ Veja as atividades

Sua estadia em Viena se destaca pelo brilho e grandeza dos Habsburgo. Vá até a residência de verão da dinastia real : o Castelo de Schönbrunn. De Napoleão à Princesa Sissi, passando por Mozart, as 1441 peças do edifício acolheram ilustres convidados antes de lhe abrirem suas portas. Um monumento suntuoso e opulento, que você visita inclusive por suas salas de aparato imperiais, como a grande galeria e a pequena galeria, onde admira uma riqueza decorativa digna de Versalhes. Saia deste desfile de iluminuras para apreciar o sítio do jardim barroco e seu grande canteiro, a coluna vertebral do jardim.
Após esta primeira experiência nos passos dos Habsburgo, volte à cidade e passe pelos portões do Hofburg. O maior palácio de Viena era até 1918, um lugar importante para a dinastia real. Por isso, dispõe de um tesouro arquitetônico raro por sua grandeza. Você vai ver uma sequência de afrescos, lustres e ornamentos dourados e de gesso. Dirija-se à parte antiga do castelo, que contém o tesouro imperial de Viena e os apartamentos da mítica Sissi.
Deixe este mundo de príncipes para voltar às margens do Danúbio. Ao cair da noite, o Donaukanal, ou canal do Danúbio, acolhe uma multidão de gente que curte a noite a música eletrônica. É no Grelle Forelle que se encontra a referência vienense em matéria de pista de dança. Siga o povo até o Flex, “A” boate vienense mais famosa da Europa, inclusive por sua seleção musical. É lá que a sua estadia em Viena entra no ritmo !

< Dia 1 Dia 3 >

▼ Veja as atividades

Na última etapa da sua estadia em Viena, o dia começa bem cedo. Deguste um café vienense ao redor da Staatsoper, a Ópera de Viena. Considerado entre os mais prestigiados do mundo, o edifício faz parte da tradição musical da cidade e fica na Ring, uma artéria urbana que passa pelo centro histórico da cidade. Com estilo neo-renascentista, a Ópera dos Habsburgo personifica o requinte austríaco do século XIX. Sinta isso ao subir uma grande escadaria e admirar o palco em um dos mezaninos com tapete vermelho.
No resto do dia sobressai a Secessão, corrente artística que surgiu em Viena entre 1896 e 1906 e que influenciou toda a Europa através do estilo Art Nouveau. Ao passar pelos portões do magnífico Pavilhão da Secessão, ao sul da Ópera, você repara a importância desta corrente, representada pelo mundo por Gustav Klimt, Josef Hoffmann e Koloman Moser. Sob este domo dourado impressionante, conheça um afresco original de Klimt, o mais conhecido de todos: o friso Beethoven e suas inúmeras figuras vegetais, oníricas e animais.
Para uma conclusão mais pragmática desta última saída da sua estadia em Viena, vá para o Spittelberg. Este bairro, que fica perto dos museus do Hofburgo, revela uma arte oculta romântica, com jardins sombreados onde pode saborear especialidades vienenses, como o schweinsbraten, um porco assado tipicamente vienense.
Com a chegada da noite, contemple as fachadas iluminadas do Museu de História da Arte e do Museu de História Natural de Viena. Um passeio poético para encerrar sua estadia em Viena com tudo o que tem direito.
bold;Viena é uma das destinações europeias mais elegantes e refinadas. Centro histórico e cultural durante séculos, ela conservou sua estirpe e continua se abrindo à modernidade, século após século. Um lado moderno que você pode perceber, se andar mais para o lado do Loopold Museum, da Kunst Haus Wien ou do MuMok, o Museu de Arte Contemporânea de Viena.

< Dia 2

Nossos hotéis em Viena

 

My TripPlanner

Para utilizar o TripPlanner, você deve se registrar.

Login Inscrição