Rio de Janeiro
 

Como aproveitar ao máximo Rio de Janeiro em 3 dias

Planejando uma viagem para Rio de Janeiro? Inspire-se sobre o que fazer enquanto estiver lá com nossa ideia de roteiro de três dias perfeitos. História, cultura, entretenimento, restaurantes... Faça tudo em um ritmo confortável e não perca nada!



▼ Veja as atividades

Ao despertar na sua estadia no Rio de Janeiro, evite se precipitar direto nas maiores praias da cidade. Entre primeiro no clima da cidade com seu jeito animado. Assim, comece na Praia Vermelha e curta uma manhã de sol, ideal para conhecer um lugar de natureza bem brasileira : colinas verdejantes, areia dourada e a cor clara da água do mar esperam por você. Uma ótima maneira de começar sua estadia no Rio de Janeiro. De tamanho modesto para esta megalópole brasileira, a Praia de Vermelha fica entre dois protagonistas da sua estadia no Rio de Janeiro : o Pão de Açúcar e a praia de Copacabana.
Aliás, é para lá que você vai para mergulhar de cabeça no estilo de vida carioca, composto em grande parte por iodo, areia branca e baile funk, a música das favelas. É curioso imaginar que até o final do século XIX, Copacabana era um campo de dunas. Com 4 quilômetros de comprimento, você encontra hoje em dia jogadores de futebol, surfistas e vendedores de pulseiras ambulantes. Após uma partida de vôlei de praia animada, instale-se em uma das diversas barracas para comer uma fruta fresca de lanche.
Encerre o dia rico em vitamina D e iodo indo ao Pão de Açúcar. Monumento natural dos mais importantes do país, se visita com os bondes que o levam ao topo. Chegue perto das nuvens e contemple Ipanema ou Copacabana, além de toda a cidade do Rio que fica iluminada.

Dia 2 >

▼ Veja as atividades

Na segunda manhã da sua estadia no Rio de Janeiro, eleve-se para chegar no ícone absoluto da cidade : O Cristo Redentor. Nas alturas do Corcovado, um dos famosos morros que domina o Rio, você está diante de uma das sete novas maravilhas do mundo, depois de passar pela floresta exuberante. Além da vista de tirar o fôlego e de ser o símbolo do país, é uma façanha arquitetônica desenhada pelo escultor francês Paul Landowsky, que te recebe de braços abertos na sua estadia no Rio de Janeiro.
De volta lá embaixo no centro do Rio, é hora de conhecer um dos bairros emblemáticos da megalópole fluminense, Santa Teresa. Lá, nas ruas para pedestres onde casas ricas e antigas se mesclam à natureza e a pequenos comércios, perdura a alma hippie do Rio. Neste bairro apelidado Montmartre do Rio, observe a boêmia carioca enquanto antigos habituados saboreiam um café em terraços. Aproveite para degustar um prato de feijoada bem brasileira, que lhe dá energia para contiuar sua estadia no Rio de Janeiro até o sol raiar.
Para tanto, saia de Santa Teresa para chegar ao bairro festeiro da Lapa, que não fica longe. Enquanto Santa Teresa se define pelo romantismo, a Lapa se destaca por suas muitas boates. Decoradas com afrescos de arte de rua, a Lapa é o lado noturno da cidade. Dirija-se para um dos templos da Cidade Maravilhosa, o Rio Scenarium, que prestigia os antiquários do bairro, levando você para um ambiente esotérico de quinquilharias. O ambiente do lugar contagia, cheio de cores e bem pitoresco, embalando com ritmos de MPB, samba ou bossa nova.

< Dia 1 Dia 3 >

▼ Veja as atividades

Quando o sol acaba de nascer nas praias do Rio, seus passos se ouvem no sossegado bairro ainda adormecido de Botafogo. Por trás da bela e chique Ipanema, Botafogo e sua praia oferecem uma versão mais familiar, para curtir tranquilamente as cores matinais que envolvem o Pão de Açúcar. Depois de um farto café da manhã com frutas frescas, presunto e pão francês, dirija-se novamente ao centro, e mais precisamente para dois monumentos históricos da cidade : o Mosteiro de São Bento e a igreja da Candelária. No monastério, não ligue para a austeridade que emana da fachada barroca e descubra um interior ostentatório, com riquezas de mármore e madeira dourada. Este é um dos monastérios mais antigos do Brasil, cujas raízes remontam ao século XVI e foi restaurado recentemente, com talento. A igreja da Candelária também é de importância capital para os cariocas. O povo admira esse edifício neoclássico construído nos séculos XVIII e XIX, sobre as fundações de uma pequena capela. Majestosa por dentro e por fora, revela uma nave espetacular onde sobressaem o bronze e o estilo Art Nouveau.
Enquanto o dia chega ao fim e que o entardecer ilumina o céu, dirija-se novamente para a bela Ipanema, praia do Rio mítica e elegante, para contemplar o pôr do sol encantador sobre os morros ao redor da cidade. Lá você encontra facilmente alguma banca que vende coquetéis para embelezar este momento mágico com uma caipirinha gelada. Se tiver energia para curtir a noite, siga os habitantes que vão ao bairro antenado do Leblon para aproveitar o ambiente caloroso e original do Jobi, um restaurante charmoso que oferece diversas especialidades bem brasileiras como as empadas. Bom apetite !
Seria mentir falar do Rio de Janeiro sem falar das suas suntuosas praias. Mas também seria redutor falar apenas delas. O Rio se visita nas alturas, nos morros e nas ruas mais baixas, do lado da Lapa onde a noite nunca acaba, como um quebra-cabeças gigantesco ao som da bossa nova.

< Dia 2

Nossos hotéis em Rio de Janeiro

 

My TripPlanner

Para utilizar o TripPlanner, você deve se registrar.

Login Inscrição