Bruxelas
 

Guia de - Bruxelas

Da Casa do Rei neogótica ao átrio da Santo Egídio (Saint-Gilles) neo-romano, Bruxelas é a capital europeia da curiosidade cultural. Deliciosamente original, Bruxelas é terra de predileção dos amantes dos waffles e das histórias em quadrinhos, para se curtir na exuberante Grande Praça ou na tranquilidade do Monte das Artes.

Uma das mais belas praças do mundo

Como Bruxelas tem dimensões humanas, é fácil conhecer os mounumentos a pé. Quando passar pela capital belga, vá direto à Grande Praça. Famosa enquanto uma das praças mais bonitas do mundo, aquela que já foi um pântano removido para montar um mercado, é atualmente uma demonstração formidável do patrimônio gótico de Bruxelas. Cada centímetro quadrado de cada fachada deste retângulo imenso parece vibrar. Primeiro pela Casa do Rei com sua riqueza arquitetônica, típica do neogótico, atraindo o olhar com uma sequência de arcos e volutas. Do outro lado da praça, você se depara com a prefeitura e sua torre gótica, que também dispõe de inúmeros arcos. Assim, após esse desfile notável de façanhas artísticas, o Manneken-Pis, modesto e sapeca, desconcerta por ser tão pequenino e simples. Todo um símbolo para os Belgas !

Entre no balão de Bruxelas


Há um paralelo indiscutível entre as histórias em quadrinhos e as obras pictóricas surrealistas de Magritte que você fica conhecendo no museu de mesmo nome. No seu trabalho da cor, na sua criatividade, na sua rejeição das formas estabelecidas, aprecie o pintor belga como se aprecia uma tirinha de Hergé (autor de Tintim).

Bairro de Santo Egídio (Saint-Gilles), o hipster de Bruxelas

Na sua diversidade, na sua criatividade, o bairro de Santo Egídio (Saint-Gilles) é provavelmente o futuro de Bruxelas. Situado ao sul do centro histórico, Saint-Gilles oferece uma vista de Bruxelas mais humana com ares de aldeia com suas fachadas coloridas. Com muros de tijolos e pracinhas onde brincam algumas crianças, Saint-Gilles lhe abre os braços de uma nova geração de Bruxelas particularmente culta e criativa. Entre na valsa dos bares antenados e deixe-se levar por suas vontades até o átrio Saint-Gilles, o centro deste multiculturalismo. Os restaurantes orientais se mesclam às cervejarias alternativas e armazéns antigos, em um ambiente popular. Neste lugar autêntico e diversificado há também o Museu Horta, ao sul do bairro, onde você vê a obra deste mestre do estilo Art Nouveau.

« Batatas fritas com mexilhões, mexilhões com batatas fritas »

Conhecer Bruxelas é vivenciar um estilo de vida bem hedonista, ilustrado pelas máquinas de cerveja que decoram qualquer balcão de bar. Com uma porção de deliciosas batatas fritas ou com um salsichão fricadelle, Bruxelas agrada o paladar. Além da eterna dobradinha batatas fritas com mexilhões e do chocolate, algumas ruas de Bruxelas já vêm com o perfume dos wafflers. Especializada na bolachinha spéculoos, outro destaque da culinária belga, a casa Dandoy promete um espetáculo de pura suavidade, que culmina em grãos de açúcar derretidos.
No que diz respeito à cerveja, qualquer cervejaria propõe uma grande escolha de cervejas, mas é no Delirium Café, no discreto beco sem saída da Fidélité, que se encontra a maior oferta e variedade. Lá, mais de 2 000 cervejas do mundo inteiro estão ao seu dispor.
Com suas diversas cervejas e especialidades culinárias, a aconchegante cidade de Bruxelas recebe seus visitantes convidando a descobrir sua cultura. Todos os sentidos despertam em Bruxelass. O olhar procura os afrescos de histórias em quadrinhos, enquanto seus pés passeiam pelas ruas pavimentadas tão acolhedoras. Na Grande Praça e no átrio de Saint-Gilles, Bruxelas seduz por sua generosidade.

Compartilhe essa página com seus amigos!

Hoje
54 ideias de visitas e atividades / 34 hotéis

Compartilhe essa página com seus amigos!

O que fazer em Bruxelas

Consultar eventos em


Nossos hotéis em Bruxelas

 

My TripPlanner

Para utilizar o TripPlanner, você deve se registrar.

Login Inscrição