Berlim
 

Como aproveitar ao máximo Berlim em 3 dias

Planejando uma viagem para Berlim? Inspire-se sobre o que fazer enquanto estiver lá com nossa ideia de roteiro de três dias perfeitos. História, cultura, entretenimento, restaurantes... Faça tudo em um ritmo confortável e não perca nada!



▼ Veja as atividades

Um fim de semana em Berlin começa por destacar o parimônio da cidade. Ao longo do passeio, diversos aspectos vão surgindo. Comece sua estadia com uma visita pelos lugares consagrados da memória alemã, começando pelo Memorial do Holocausto. Diante de 2 711 lápides maciças de concreto espalhadas sobre 19 000 metros quadrados, um momento de recolhimento se impõe. Continue seu fim de semana em Berlim contemplando as lembranças alemãs ao visitar, pela manhã, o Memorial do Muro de Berlim ou então o Checkpoint Charlie. Neste antigo posto de fronteira, agora viagiado por dois atores, conheça a porta que antigamente fazia a ligação entre a Berlim Ocidental e Oriental.
Mas a herança berlinense não se resume a uma série de memoriais e locais de recolhimento. Seu patrimônio fica deslumbrante ao pegar a direção da Ilha dos Museus. Situada no centro de Berlim, a Museumsinsel compreende o Museu de Pérgamo, onde você pode admirar coleções arqueológicas. No Bode-Museum, inconfundível por seu domo neobarroco, esculturas de todas as épocas esperam por você, como a de Frederico Guilherme de Brandeburgo, montado a cavalo. As coleções do Neues Museum o levam à Idade da Pedra, se bem que que o destaque fica por conta mesmo é do busto de Nefertiti, gravado na memória coletiva.
Depois de fazer um intervalo em uma cervejaria aconchegante à beira do rio, pegue o rumo de uma instituição cultural berlinense : o Museu da RDA. Lá, são revelados mais de quarenta anos do cotidiano alemão através de coleções interativas e muito variadas. A poesia antiga que emana destes objeto do dia a dia, associada a uma abordagem bem pedagógica promovem uma viagem no tempo. Um carro antigo modelo Trabant 601 fica à sua disposição para reviver os grandes momentos deste ícone automobilístico. Mas tem mais, o fim de semana em Berlim ainda tem muito o que surpreender. Ao cair da noite, vá para Unter der Linden para contemplar o pôr do sol que se vê pelo majestoso Portão de Brandemburgo, um dos símbolos de Berlim. Gute Nacht !

Dia 2 >

▼ Veja as atividades

Berlim é provavelmente a capital europeia de todos os movimentos underground. Em uma estadia de 3 dias em Berlim, neste berço da música techno, antro da street art, conheça obras de arte de vanguarda em uma selva de grafites. Uma das caras da cidade se revela quando chegar ao bairro de Friedrichshain, diante de uma das grandes partes do Muro de Berlim, lugar onde o talento de artistas internacionais ganha expressão. É lá que você encontra o famoso afresco do beijo em que aparecem respresentados Brejnev e Honecker. Ao percorrer o muro, outras obras contemporâneas vão aparecendo : é a Galeria do lado Leste, uma exposição de street art a céu aberto que incrementa sua estadia em Berlim. Esta parte do muro, cara ao coração dos Berlinenses, revela outro aspecto do caldeirão artístico e subversivo de Berlim : a RAW-Gelände, a “zona bruta”. Lá, artistas grafiteiros tomaram conta de cada parte do muro. Sob o céu nublado do seu fim de semana em Berlin, as cores fazem todo o sentido.
Volte a atravessar o rio Spree para chegar ao bairro estudantil de Kreuzberg. Durante uma tarde, depois de saborear um hambúrguer no Burgermeister, situado em antigos sanitários públicos, passeie por esse labirinto urbano qu é Kreuzberg. Um bairro antenado e subversivo, onde punks e idosos se misturam numa boa. Lá, muitas ruas foram totalmente pintadas com obras gigantescas e as paredes usadas de tela muitas vezes escondem galerias de arte clandestinas. Aliás, dizem que das quinhentas galerias de Berlim, metade é clandestina.
E assim cai a noite! É hora de conhecer o lado noturno de Berlim. E que lado ! Da mítica boate eletrônica Berghain às casas mais underground, a capital alemã oferece muitas possibilidades de prolongar a noite. Vá para o lado do Raw-Gelände, no Friedrichshain, para observar o bairro se transformar em zona alternativa da noite berlinense. Que comece a festa !

< Dia 1 Dia 3 >

▼ Veja as atividades

Depois das loucuras noturnas da véspera, aproveite o fim de semana em Berlim para curtir uma capital mais sossegada. Durante a sua estadia em Berlim, saiba como vivem os habitantes indo ao parque Tiergarten, pulmão verde da metróopole berlinense. Situado atraás do Palácio do Reichstag e seu famoso domo de vidro, este parte verdejante oferece o cenário ideal para um passeio matinal, com a vantagem de ficar perto da famosa Coluna da Vitória. Ouça seu coração, dê um passeio de barco pelo lago e conheça esse lugar que serviu inclusive de horta municipal no período do pós-guerra. Lá, você encontra cafés e Biergarten, estas grandes mesas com estilo de Munique, onde pode comer um lanche enquanto o curte o clima campestre do parque.
Na última tarde deste fim de semana em Berlim, pegue a direção oeste para conhecer o Castelo de Charlottenburgo. Antiga residência de veraneio da rainha Sofia Carlota, é o maior palácio de Berlim, acabado em 1713. O luxo barroco atrai os visitantes, mas o destaque fica por conta do parque extremamente romântico, que vale o deslocamento dos berlinenses.
Agora volte para o centro de Berlim e conheça o antigo bairro boêmio de Prenzlauer Berg. Ao chegar lá, deixe o clima sossegado das ruas coloridas te levar até os famosos mercados de pulgas do Mauerpark. Objetos vintage, decoração, mobília, roupas novas e usadas, bancas de comida de rua, caraoquês improvisados: lá reina um ambiente amigável e cosmopolita que é a cara de Berlim.
Berlim não é feita de uma só peça. Alternativa e política, subversiva e cortês, eletrizante e sossegada, ela fica no cruzamento de influências culturais e históricas variadas. Berlim, como dizia David Bowie, é « a maior extravagância cultural que se possa imaginar ».

< Dia 2

Nossos hotéis em Berlim

 

My TripPlanner

Para utilizar o TripPlanner, você deve se registrar.

Login Inscrição