Le Magazine Accor Hotels
1 hora, 1 dia, 1 semana

Praias desertas do Rio de Janeiro para fugir do tumulto

Água cristalina, ondas e muita tranquilidade te aguardam nesta seleção de praias selvagens

O Rio de Janeiro continua lindo e repleto de cenários paradisíacos. Por este motivo, é um dos destinos favoritos quando a temporada de sol chega por aqui. No entanto, quem escolhe a cidade fluminense para curtir as férias de verão pode se deparar com um dilema bem comum: praias lotadas. A boa notícia é que há diversas praias desertas no Rio de Janeiro, ou seja, é possível curtir sombra e água fresca na maior tranquilidade. Selecionamos 4 refúgios no litoral fluminense para incluir no roteiro de viagem.

Praia do Secreto

Para chegar na Praia do Secreto é preciso fazer um esforçinho: o único acesso é feito por um íngreme paredão rochoso de 15 metros. Mas o visual deslumbrante compensa - e muito! A praia tem apenas 12 metros de extensão e, por estar cercada de pedras, fica bem parecida a uma grande piscina natural. Dica: leve um tênis para conseguir fazer o passeio sem perrengues.

Grumari

Considerada uma das praias mais bonitas do Rio de Janeiro, Grumari tem fácil acesso e conta até com estacionamentos e quiosques. O clima selvagem fica por conta dos costões rochosos e do verde que cercam todo o espaço, criando a sensação de privacidade. A praia é ideal para famílias, já que na parte rasa o mar é bastante calmo, e também por surfistas que se aventuram nas ondas que quebram no fundo do mar.

Prainha

Point de surfistas em busca de boas ondas, a Prainha está situada na Zona Oeste do Rio de Janeiro, dentro de uma Área de Preservação Ambiental. Isso significa que você irá encontrar um mar verde esmeralda com água cristalina e vegetação abundante da Mata Atlântica. Os 150 metros de faixa de areia são protegidos por morros e pedras, garantindo a sensação de praia selvagem. Prefira visitá-la durante os dias de semana, quando fica praticamente deserta.

Praia do Inferno

Apesar do nome, esta pequena praia na Barra de Guaratiba é um verdadeiro paraíso. A área é tão preservada que é comum encontrar animais nativos, como macacos. É recomendável garantir a presença de um guia para se aventurar nas trilhas e chegar até lá. Se pretende passar o dia na Praia do Inferno, leve lanches, água e muito protetor solar - não há ambulantes ou quiosques na área.

Você curtiu? Compartilhe!

Por aí

Mais ideias de viagens

Encontre seu destino perfeito

Com o Radar de Viagens

Descubra