Berlim
 

Como aproveitar ao máximo Berlim em 3 dias

Planejando uma viagem para Berlim? Inspire-se sobre o que fazer enquanto estiver lá com nossa ideia de roteiro de três dias perfeitos. História, cultura, entretenimento, restaurantes... Faça tudo em um ritmo confortável e não perca nada!

▼ Veja as atividades

Capital de uma Alemanha dividida em duas partes por muito tempo, Berlim continua vivendo uma metamorfose muito rápida nestes últimos anos. Entre os monumentos que testemunham a sua história riquíssima, a vanguarda artística e os grandes espaços, Berlim a Encantadora continua sendo um destino especial entre as mais belas cidades europeias.

Muitas vezes, o visitante que entra e Berlim fica impressionado com a sensação de espaço transmitida por suas imensas avenidas e por seus prédios imponentes. Um primeiro contato com o Reichstag deverá confirmar essa sensação de poder esmagador. Aproveite a manhã para subir na sua cúpula e apreciar uma belíssima vista da cidade. Quando tiver descido, vá até o Portão de Brademburgo, o emblema de Berlim que simboliza atualmente a reunificação da cidade, que no entanto foi parte integrante do muro até o ano de 1989

A seguir, conheça o Tiergarten, o maior espaço verde da cidade, para fazer um piquenique perto da Siegessäule, a coluna da vitória que comemora o sucesso do exército alemão de 1864 a 1870.

Após esta primeira visão histórica de Berlim, de tarde poderá dar uma olhada no impressionante desenvolvimento recente da cidade. O ponto de encontro é a Potsdamer Platz, que exprime de maneira particularmente surpreendente a vitalidade da cidade, pois poderá reparar que todos os aranha-céus ao seu redor foram construídos depois da reunificação, tendo menos de 25 anos. A poucos passos da praça, há o Checkpoint Charlie, um antigo posto de fronteira que funcionava durante a Guerra Fria, onde poderá aprender mais sobre este período terrível para todos os berlinenses, o da separação.

De noite, Berlim não nega a sua fama, oferecendo muitos clubes, boates, bares e lugares antenados, como o Friedrichstadtpalast ou o Quasimodo, mas não se esqueça de que terá um dia cheio de atividades pela frente no próximo dia.

Dia 2 >

▼ Veja as atividades

No dia seguinte, é hora de prestigiar os museus da cidade, e particularmente o Pergamon Museum, que fica na famosa « Ilha dos Museus », no centro de Berlim. Este museu é dedicado à arqueologia alemã e apresenta o Grande Altar de Pérgamo, um sítio magnífico descoberto ao final do século XIX na Ásia Menor e que, por um tempo, constou na lista das 7 maravilhas do mundo. Logo ao lado, o Bode Museum oferece uma das mais belas coleções de escultura do mundo.

Depois de almoçar no bairro, você poderá ir ao Berliner Dom para admirar esta esplêndida catedral (que tecnicamente não é uma catedral), e principalmente subir na cúpula para admirar uma vista belíssima de Berlim. Você vai constatar a mistura de elementos antigos e modernos, e os diversos guindastes que se ativam na cidade inteira, sinal do crescimento econômico da capital alemã.

De noite, não hesite em ir ao Strandbar Mitte, logo atrás do Pergamon. Trata-se de um café ao ar livre no qual poderá assistir a concertos e curtir uma noite berlinense típica tão apreciada pelos alemães.

< Dia 1 Dia 3 >

▼ Veja as atividades

No seu último dia, depois de ver os monumentos mais emblemáticos da cidade, adentre esta cultura com um pouco mais de profundidade, da maneira como é vivida nos dias de hoje.

Comece por ir ao Kreuzberg, um bairro popular da cidade no qual surgiram muitos movimentos alternativos e simboliza o dinamismo cultural da vanguarda que fez a reputação de Berlim. Apesar do bairro ter sido considerado por muito tempo como mal-falado, vem aproveitando, assim como o resto da cidade, do desenvolvimento econômico e tende a se valorizar. Aproveite essa melhoria do bairro popular para degustar uma famosa Currywurst, uma salsicha com curry tipicamente berlinense.

De tarde, volte ao centro, só que desta vez pela Orianenburger Strasse, uma das ruas mais surpreendentes de Berlim. Aqui, a arte se expressa em toda a parte, e particularmente ao ar livre, bem como nas diversas lojas ou no famoso local de encontro dos artistas, o Tacheles. Nesta rua, também fica a Nova Sinagoga, particularmente visível com sua cúpula dourada. Construída no século XIX, destruída durante a guerra, ela foi reconstruída de maneira idêntica em 1993.

E já que é a sua última noite em Berlin, é hora de provar um pouco mais a tão famosa vida noturna. Para curtir pura música eletrônica, vá para o lado do Loftus Hall, enquanto os apaixonados pela new-wave e pela independência vão até o Duncker. O point é o Asphalt para quem curte uma boa dose de House berlinense, enquanto o Berghain vai agradar áqueles que querem um ambiente muito mais festivo. Prudência para esse último, que é bem seleto, por isso é melhor estar bem-vestido, e bem-acompanhado, se possível.

Testemunho da grandeza da cultura alemã, Berlim é uma cidade surpreendente, que mistura ao mesmo tempo elementos culturais dos mais sofisticados do mundo e uma abordagem simples e popular da vida. Apesar destes três dias estarem longe de bastar para resumir a capital alemã, permitirão dar um primeiro passo na descoberta da sua identidade fortíssima.

< Dia 2

Nossos hotéis em Berlim

 

My TripPlanner

Para utilizar o TripPlanner, você deve se registrar.

Login Inscrição